segunda-feira, dezembro 26, 2011

O poder do pensamento


O poder do pensamento


"Todos já sabem que é você quem cria a sua realidade e a vida só poderá ser para você como pensa que ela será. Então, se você quer que sua vida realmente melhore, mude a sua idéia em relação a ela e a você.
Pense, fale e aja como o Deus que você é. Não há nada que você não possa ser ou fazer, nada que não possa ter. Que outro tipo de promessa você acha que Deus faria? Você acreditaria em Deus se Ele prometesse menos?
Porque se você é igual a Deus, isto significa que nada está sendo feito para você e que todas as situações são criadas por você não há mais vítimas e nem vilões; então, só há resultados de seu pensamento em relação a alguma coisa", segundo Neale Donald Walsh, autor de "Conversando com Deus" e "Uma Amizade com Deus".

"Existem LEIS UNIVERSAIS que nos regem independentemente de termos consciência delas.
Essas são as leis segundo as quais criamos e manifestamos nossa realidade. São elas:

1. LEI DA ATRAÇÃO MAGNÉTICA
Atraímos a nós o que desejamos. Atraímos também o que consideramos indesejável - se nos concentrarmos nisso. Se nos concentrarmos em doença, manifestaremos mais doença. Se nos concentrarmos em pobreza, manifestaremos mais pobreza. Se nos concentrarmos na falta de amor em nossas vidas, manifestaremos apenas mais carência. É impossível criar amor quando nos concentramos no medo.
É impossível criar prosperidade quando nos concentramos na pobreza.
Trata-se da lei da atração magnética.

2. LEI DA MANIFESTAÇÃO CRIATIVA
Agora que entendem a lei número um, invoquem a lei número dois. Concentrem-se intencionalmente no que desejam; evitem se concentrar no que consideram indesejável em sua vida.
Se estiverem numa sala onde houver outras pessoas entretidas numa conversa sobre algo que consideram indesejável em sua vida, educadamente se desculpem e vão embora. Permanecer nessa energia apenas atrairá mais dela para sua vida.

3. LEI DA PERMISSÃO
A lei mais difícil de todas. Ponham seus pensamentos na consciência universal fortalecidos pelo desejo. Então, retirem-se e permitam que o universo os manifestem para vocês.
Se vocês tiverem esperança, não estarão permitindo. Se tiverem expectativas, não estarão permitindo. Quanto mais esperarem, mais tiverem esperança, mais tentarão manipular ou controlar, então mais atrapalharão e retardarão a manifestação de seus desejos. A lei da "permissão" significa simplesmente isso: PERMITIR.
Lembrem-se, tudo na criação é energia. Todos os pensamentos por vocês pensados apresentam uma freqüência. Cada sílaba, palavra ou forma-pensamento por vocês invocada tem seus próprios conjuntos de freqüências que ressoam por todo seu universo.
Quando vocês se concentram no amor, as freqüências de alegria, harmonia e paz, ressoam por todo seu universo.
Quando se concentram no medo, freqüências de raiva, depressão e caos são as mensagens recebidas por seu universo".
(Rich Work)

Vocês notaram que, com bastante freqüência, ao viver um pouco do que não querem, vocês atingem uma clareza maior e então acabam mesmo por chegar a uma decisão sobre o que querem realmente? Quando vocês compreenderem que a decisão provém do contraste, então entenderão porque o contraste é valioso, pois é essencial para se chegar a uma decisão.
Vocês são criadores e o criador é alguém que dá atenção ou se concentra em algo, e toda a criação diz respeito a concentrar energia.

EIS O QUE É CRIAR:
Experienciar e dar sua atenção a algo.
Seja o que for a que vocês estiverem dando sua atenção, esse objeto possui uma vibração toda própria. Tudo o que estão vivendo, tudo o que estão observando, tudo ao que estão dando a sua atenção inclui-se em sua vibração e, à medida que dão sua atenção a isso, essa vibração se reflete em sua vibração - e à medida que essa vibração se reflete em sua vibração, ela se torna parte de seu ponto de atração.

O PROCESSO CRIATIVO É SIMPLESMENTE ISTO:
Identifiquem seu objeto de desejo - o que significa simplesmente tomar uma decisão - e então de forma vibracional correspondam a essa decisão. Agora, isso parece bem simples, mas a maioria das pessoas não consegue completar uma frase sem contradizer seu próprio desejo. As pessoas dizem:
"Quero mais dinheiro. Estou tão cansado da luta". Ou dizem: "Quero ter saúde, mas tenho medo de ficar doente". Ou: "Quero ter saúde, mas esta doença é assustadora". Ou seja, estão oferecendo seu desejo e, logo em seguida, estão oferecendo uma afirmação contraditória, sem nunca compreender que em ambos existe uma vibração à qual o universo está respondendo.

O universo não está respondendo às suas palavras. Está respondendo às vibrações, e vocês sabem qual é sua vibração pelo modo como se sentem. Quando estão sentindo alegria e grande contentamento, quando estão sentindo felicidade ou amor, estão em perfeita harmonia vibracional com a Fonte. Mas quando sentem raiva, frustração, medo ou culpa ou quaisquer emoções negativas, sem querer senti-las, vocês estão dando sua atenção a algo que vibra de forma muito diferente do seu próprio desejo, e acabam por incluir essa vibração inferior e lenta, mesclando-a, incluindo-a ao desejo, criando desarmonia e vivenciando situações negativas.
Então vocês podem sempre dizer, pela maneira como se sentem, em que grau estão correspondendo vibratoriamente a seu próprio desejo. Já ouviram a expressão: "rezem com um coração puro"? quando o seu desejo corresponde em termos vibratórios com o seu pensamento, então sua vibração é pura e o universo deverá lhe entregar o que desejam. Mas se estiverem rezando por algo que não possuem, e suas orações forem chorosas ou assustadas, agora vocês não estão em correspondência vibratória com seu próprio desejo e não há maneira de o universo lhes entregar o que estão pedindo.
A maioria de vocês está observando e não visualizando, e quero mostra-lhes algumas coisas que podem fazer para direcionar com mais deliberação seus pensamentos. É importante descobrir a vibração de seu desejo e mantê-la por pelo menos 17 segundos, pois 17 segundos é o ponto de combustão.
Se vocês forem capazes de manter um pensamento com pureza, sem contradizê-Io, por 17 segundos (um pequeno pensamento - não importa qual) então, pela lei da atração, outro pensamento igual se reunirá a ele, porque um atraiu o outro.
Segundo a lei da atração, o igual a si mesmo é atraído e, ao se juntarem, há uma combustão que soma esses pensamentos de vibração inferior e lenta, obtendo uma freqüência mais elevada e rápida. Então, agora vocês possuem um pensamento mais evoluído.

Então: "17 segundos de pensamento puro, que significa apenas pensamento não contradizente, equivale a duas mil horas de ação. Trinta e quatro segundos (17 x 2) de pensamento concentrado equivalem a 20 mil horas de ação (dez vezes mais). Se conseguir manter esse ritmo pelo terceiro intervalo de 17 segundos, ultrapassando a marca de 51 segundos, de modo que possa receber a combustão novamente, poderá multiplicar por dez mais uma vez. Isso equivale a 200 mil horas de ação. Se conseguir manter essa atitude por 68 segundos, sem contradizer sua vibração, poderá novamente multiplicar por dez - Isso dá mais “de dois milhões de horas de ação”.
(Abraham, através de Hester Hicks)

Fonte: http://www.pedro.coelho.nom.br/pensamentotexto.htm

Pratique o desapego e livre-se dos excessos da vida

É tempo de abrir espaço para o novo e para o desapego. Tem quinquilharias em casa? Pois esta é a sua chance. Doe, venda ou jogue fora coisas que estão acumuladas na sua vida e que não têm mais utilidade. Aproveite também para se livrar de situações, sentimentos e de hábitos que não fazem bem ou que estejam impedindo você de seguir em frente.

foto: Edson Chagas
Manias
Ricardo quer se livrar do seu jeito metódico de ser. Na biblioteca, os exemplares ficam em ordem alfabética.
Desapegar é uma maneira de reorganizar seu espaço e sua mente. Para a psicóloga especialista em Desenvolvimento Adulto e Felicidade, Angelita Corrêa Scárdua, a ação é importante para o amadurecimento emocional.

"O apego nos torna muito dependentes das coisas, que são passageiras. Quando aceitamos que nada é eterno e permanente, nem objetos nem relacionamentos, aprendemos a usufruir mais e melhor da vida. Isso quer dizer que a vida está acontecendo agora e não dá para deixar para depois", afirma a psicóloga.

Eles já começaram

A funcionária pública Rita de Cássia Souza deu o pontapé inicial ao exercício de desapego na última semana. Ela jogou fora todos os contracheques que vinha acumulando desde 1992. "Guardava coisas que nem imaginava. Achei até um bloco de papel que estava na gaveta há sete anos. Não tinha usado porque achava lindo e não tinha coragem de escrever nele, mas também já passei por cima disso", conta.
foto: Ricardo Medeiros

Roupinhas guardadas a sete chaves
A funcionária pública Rita de Cássia Souza já começou a praticar o desapego neste fim de ano. Ela já se livrou de vários papéis que estavam se acumulando desde 1992, mas ainda falta abrir mão das primeiras roupinhas dos filhos, que hoje têm 12 e 15 anos.

Você pode fazer igual a Rita e começar com pequenas ações de desapego, como uma faxina no armário. Às vezes não jogamos fora objetos por carregarem pequenas emoções. Mas o que é lembrança e o que é apego?

"As pessoas não podem substituir as experiências pelos objetos. Se está guardado há mais de seis meses é porque não tem utilidade. Não é aquela calça 38 guardada há anos que vai fazer você perder peso, mas o seu comprometimento com dieta e exercícios", diz Angelita Scárdua.

O médico do exército Ricardo Gasperazzo resolveu ir mais longe e começou a se livrar de alguns hábitos também. Na lista estão o jeito metódico, o consumismo, o sedentarismo e o apego às comidas mais refinadas. "Já me matriculei em uma academia e quero cuidar da saúde. Quando malho corretamente me sinto bem melhor no dia a dia", afirma.

Ricardo também já chutou para escanteio o consumismo. Ele costumava comprar vários produtos por compulsão. "Sempre escolhia o mais caro por achar que era melhor. Já comprei um óculos no valor de mil reais e acabei dando para um parente porque depois percebi que não tinha gostado", confessa.

Ele também está se controlando para não frequentar muito restaurantes no meio da semana. "Às vezes gastava mais de R$ 80 em plena segunda-feira, porque preferia comida japonesa. Tinha perdido a vontade pelas comidas simples preparadas em casa, mas estava jogando dinheiro fora", diz.

O seu jeito metódico também chama a atenção. Na biblioteca de casa, os livros ficam em ordem alfabética. Além disso, ele tem chinelos diferentes para andar dentro e fora de casa e não consegue acordar em outro horário a não ser exatamente às 6h33. "Já estou me esforçando para mudar essas manias", conta. O próximo desafio de Ricardo será superar o vício pelo trabalho. O médico chega a trabalhar até 80 horas por semana.

Ela preferiu simplificar o estilo de vida

No seu livro "É Tudo Tão Simples", Danuza Leão conta a sua nova relação com os objetos. Acostumada com grifes de alta costura, ela se desfez de roupas, bolsas e sapatos dos tempos glamourosos. Também trocou o carro pelo metrô e mudou-se para um apartamento menor.

10 atitudes para se desapegar das coisas

1 - PARE DE GUARDAR E USE
Use a louça maravilhosa e o jogo de taças de cristal que só servem de enfeite e todos os outros tesouros escondidos a sete-chaves que você mantém em casa. Pratique o desapego dando para a irmã, amiga ou outra pessoa que vai fazer bom uso ou passe a usar o que está nos armários há anos. Essas coisas materiais acabam, não foram feitas para durar para sempre. Ao invés de deixar para os filhos no testamento aquele lindo conjunto de louça, use no almoço de domingo. Essas lembranças é que serão importantes para os filhos e netos, e não os objetos

2 - EXERCITE A GENTILEZA
Você não precisa garantir um privilégio e aproveitar o tempo todo. Às vezes, pode abrir mão de um direito seu quando achar justo. Ceder o seu lugar na fila do supermercado para uma pessoa atrás com poucos itens não custa nada. Dar passagem ao pedestre na rua, ajudar um cadeirante a subir em uma calçada, abrir a porta para alguém com dificuldades, ceder o lugar no ônibus. A pessoa que precisa de ajuda hoje pode ser você amanhã

3 - FAÇA UMA FAXINA DE ROUPAS E OBJETOS
Avalie o que realmente precisa e se realmente usa. Se está guardada há seis meses, é sinal de que você não precisa da roupa. Pergunte-se: Por que não uso? O que estou tentando substituir com essa roupa ou objeto? Separe, doe, venda ou troque - há sites que fazem isso hoje

4 - NÃO SUPERVALORIZE O QUE POSSUI
Tente não dar tanta importância ou um valor exagerado aos bens materiais. Se tem um carro maravilhoso, que é motivo de muito orgulho, não precisa ir à padaria todos os dias com ele só para mostrá-lo. Não fique dependente dos símbolos de status e conquistas materiais. Não pense que sem eles você não tem valor. Se você só se sente poderosa de salto alto e só consegue ir a todos os eventos com ele, experimente sair de rasteirinha na próxima vez. Veja e exercite como se sente sem o salto. É preciso entender que dinheiro e bens materiais podem trazer conforto, sentimento de vitória e de conquista, mas não fazem de você uma pessoa melhor. Se coloque no mundo como uma pessoa comum: converse com o porteiro do prédio ou do lugar em que você trabalha

5 - SEJA UM VOLUNTÁRIO
É um ótimo exercício de desapego. Você trabalha com pessoas que estão em condições piores que as suas. Isso nos dá a dimensão do quanto os seres humanos são frágeis e suscetíveis a tragédias e a problemas. O trabalho voluntário é uma lição de humildade e vulnerabilidade. Nos ensina a aproveitar o que temos e nos torna mais humildes e generosos

6 - ABANDONE UM HÁBITO
É sempre possível aprender a ser e a fazer de outra forma. Livre-se do sedentarismo, por exemplo. Às vezes, você até se sente bem, a saúde pode estar ok e o peso também, mas quem disse que só é preciso mudar um hábito quando estamos infelizes? O mudar é importante pela experiência. As mudanças podem melhorar algo que já está bom. Ao praticar exercícios, você conhece novas pessoas, conquista mais energia e disposição no dia a dia. Faça diferente também num final de semana: chame os amigos para a sessão de vídeo na sua casa ou para jogar baralho. O final de semana pode ficar ainda melhor

7 - AVENTURE-SE E EXPERIMENTE COISAS NOVAS 
Saia do lugar comum e faça um esforço para viver coisas novas. Isso enriquece a vida e a torna mais interessante. Quando nos abrimos a possibilidades, podemos descobrir coisas legais e melhores. Por isso, aceite o convite daquele amigo que você sempre recusa para conhecer o som daquela banda; escolha outro tipo de comida no restaurante que você sempre frequenta - isso mostra que a vida pode ter vários sabores e cores; escute outras músicas; troque de canal. Experimentar algo novo não vai destruir o seu mundinho perfeito, você pode até não gostar, mas vai valer pela experiência, vai confirmar seus gostos e preferências ou ampliá-los

8 - TRABALHO MELHOR
Pesquise e converse com outras pessoas para descobrir uma forma de deixar uma função que não satisfaz mais. Há pessoas que encaram isso com mais facilidade e que podem ajudá-lo a entender os desafios e vantagens de um novo caminho. Mudar de emprego faz parte da vida profissional e é algo extremamente positivo para a carreira. São novos ares, novas experiências. Mudar pode parecer difícil no começo, mas essa fase dura pouco. Logo você percebe que aquela mudança era exatamente tudo o que você estava precisando no momento

9 - MENOS IMAGEM
Seja menos apegado a sua imagem ou a algum aspecto dela. A obsessão pela aparência física está relacionada a um sentimento de inadequação. Para a pessoa, tudo precisa estar impecável e perfeito, e isso gera muita angústia. Cultivar isso é muito ruim porque você acaba vivendo para os outros, se preocupa apenas com o que eles pensam de você, ao invés de viver a sua própria vida. A juventude passa, as pessoas envelhecem e não seremos para sempre do mesmo jeito. Faz bem investir mais em outros aspectos que não relacionados à beleza. Não somos apenas um corpo

10 - A FILA DEVE ANDAR
Muitas vezes, nos apegamos a situações que já não fazem mais sentido, somente pela rotina. Isso inclui relacionamentos. Tenha em mente que você está perdendo tempo em uma relação ruim, um tempo que não vai voltar mais. Não emperre a sua vida com uma relação que nada acrescenta. Pergunte-se: Por que é tão difícil terminar um relacionamento que não me faz bem? Por que preciso dele(a)? O que eu ganho com isso?

Fonte: Psicóloga Angelita Corrêa Scárdua

Pratique o desapego

Jogue fora
Se isso simplesmente fica ali, ocupando espaço e não acrescenta nada de positivo a sua vida, jogue fora. Se você não está caminhando para frente, está andando para trás. Jogar fora o que é negativo ajuda a redescobrir o que é positivo

Deixe para trás
Se a coisa - o objeto, crença ou convicção, lembrança, trabalho ou até a pessoa - é um peso para você, te deixa imobilizado ou simplesmente faz com que você se sinta mal consigo mesmo, jogue-a fora, dê para alguém, venda, deixe para trás, siga em frente

Sem pensar muito
Não torne difícil a decisão de se livrar ou não de alguma coisa. Se tiver que pesar os prós e contras por muito tempo ou ficar angustiado pensando sobre o que é certo, jogue fora


Não perca tempo
Não tenha medo. Estamos falando sobre a sua vida. A única que você tem de verdade. Você não tem tempo, energia ou espaço para lixo material ou psicológico você



sábado, dezembro 24, 2011

Saúde espiritual. Nutrir a alma é tão importante quanto comida, água e exercício físico.

Saúde espiritual

Saúde espiritual é um componente importante de  bem-estar de um indivíduo  e um aspecto integral da filosofia holística da saúde.

Saúde física, mental e espiritual estão profundamente interligadas e têm um efeito profundo sobre o outro.

Esta verdade é claramente exposta, por exemplo, quando alguém que está triste no nível emocional tem experiências de fadiga, perda de energia e / ou diminuição do apetite no nível físico e no nível espiritual se sentem fora de contato com seu verdadeiro eu e desconectado da universo.

Outro exemplo claro seria a de que quando nos sentimos perdidos espiritualmente e desequilibrados, isso pode causar-nos mal-humor e descontentamento com a vida, talvez nós crescemos emocionalmente distante de nossos entes queridos e no nível físico, podemos experimentar o estresse ou fadiga.

Por outro lado, quando nos sentimos espiritualmente ligados e realizados, tudo em nossa vida, incluindo a dor física e emocional são mais fáceis de lidar. Nós nos sentimos mais leves e mais felizes.

Não há como negar isso - quando nos sentimos ligados e equilibrados espiritualmente nos sentimos melhor fisicamente e emocionalmente. Nutrir a alma é tão importante quanto comida, água e exercício físico.

Algumas pessoas afirmam a experimentar a cura completa a partir de certas condições de saúde através de uma variedade de métodos espirituais, mas isso não acontece com muita frequência.

No entanto, mesmo que a cura completa não é atingível, a nossa saúde física e toda a sensação de bem estar pode ser muito maior, enriquecendo a nossa saúde espiritual.

Este é um recurso extremamente útil para quem vive com um problema de saúde crônico. Você pode não ser capaz de curar a sua doença, mas o espiritual pode ser usado para ajudá-lo a se sentir melhor, lidar com a dor, os sintomas, limites e desafios diários, continuar a encontrar significado e propósito em sua vida e viver a vida mais plenamente. Quando as coisas ficam realmente difíceis que nos dá a força para continuar.

Embora eu certamente não estou emocionado por estar resistindo a experiência da doença crônica e tudo o que implica, e muitas vezes eu gostaria que fosse embora, eu acredito que pode ser transformado de uma forma positiva. Doença pode ser uma jornada espiritual que nos ajuda a nos conhecer melhor e crescer. Ela tem a capacidade de nos colocar em contato com o mundo metafísico e um nível diferente de consciência. Ela nos traz de volta à nossa alma e oferece transformação espiritual e auto-realização. Ela empurra e empurra-nos para transcender a realidade material mundana que a maioria de nós vive em em um reino espiritual superior.

Por alguma razão desconhecida espiritual parece que é preciso uma grande dose de dor, sofrimento e dificuldades para nos empurrar para 0 crescer espiritualmente e emocionalmente e sem que tende a ser pouco crescimento interior. Muitas vezes sentimos raiva de que a espiritualidade atua dessa maneira, mas eu já vi isso ser verdade mais e mais. Em "A Alquimia da doença", Kat Duff nos ensina que "as comunidades indígenas acreditam que a doença é um dos meios mais confiáveis da revelação e do conhecimento."

A maioria das pessoas não estão cientes da importância da saúde espiritual, presos no turbilhão da vida, sem pensar e sem dúvida, vivendo uma ilusão. Doença destrói essa ilusão. Estamos mudando para sempre pela experiência da doença e aprendemos coisas que nunca teríamos aprendido de outra forma. Podemos tomar essas lições espirituais e os conhecimentos que adquirimos e compartilhá-lo com aqueles ao nosso redor para tentar tornar o mundo um lugar melhor, de modo que esperamos que ele não virá para o ponto onde todos aqueles que virão depois de nós e durar o mesmo sofrimento que temos, e por isso a terra pode começar a curar.

Se você não está vivendo com problemas crônicos de saúde, saúde espiritual é muito importante muitas das mesmas razões e para manter o equilíbrio na sua saúde.

Enriquecimento da saúde espiritual oferece conforto a todos nós, ou seja, a harmonia, propósito, esperança, força e paz interior em nossa vida.

Maneiras de melhorar a sua saúde espiritual

Existem muitos caminhos espirituais e ninguém pode dizer ao outro que é o direito de escolher. Cada um de nós deve seguir os anseios de nossa própria alma ou verdadeiro eu.

É importante notar que não estamos falando sobre religião aqui. Algumas pessoas podem encontrar satisfação espiritual na religião, mas é apenas uma das muitas maneiras. Religião e espiritualidade não são a mesma coisa. Conexão espiritual é sobre encontrar significado e propósito em sua vida, descobrir quem você realmente é e se conectar com as fontes que fornecem a força interior, conforto, esperança e paz interior.


Fique quieto e ouça. Sintonize sua voz interior e identificar o que é que faz você se sentir inteiro e ligado ao universo. Quando você se sente mais realizado e completo? O que lhe dá paz interior, força, conforto e harmonia?

Para alguns pode ser um ritual diário, tais como meditação, yoga ou a lei da atração, enquanto para outros, pode ser capinar o jardim, ver o pôr do sol, dar uma caminhada ou outras formas de voltar à natureza. Outros podem encontrá-lo através serviços comunitários, arte, música ou dança. As fontes de realização espiritual são muitas.

Sua saúde espiritual, assim como sua saúde física e emocional pode ser melhorada pelo cultivo de mais humor e gratidão em sua vida. Lembrando-se de apreciar as coisas simples da vida e não se levar muito a sério.

Muita gente pensa que a busca pelo espiritual é um grande mistério ou exige atendimento em retiros ou reuniões com grandes gurus espirituais, mas isso não é o caso. Espiritualidade é parte integrante de todos e pode ser encontrada em todos os aspectos de sua vida. Você só precisa se ​​tornar consciente. O desenvolvimento espiritual é um processo que ocorre durante todo o curso da vida.

Experimentar a vida completamente e conscientemente, mesmo no meio de muita dor e sofrimento é a essência da saúde espiritual.


Fonte: holistichelp.net/spiritual-health.html

domingo, novembro 27, 2011

Qual é a sua receita da felicidade?


Pesquisadores das universidades de Michigan e Pensilvânia apontaram pontos em comum nas atitudes de quem se diz realizado

Cada um tem sua fórmula pessoal para ser feliz, qual é a sua? Após conversar com centenas de voluntários, pesquisadores norte-americanos das universidades de Michigan e Pensilvânia apontaram pontos em comum nas atitudes de quem se diz realizado. Inspire-se!

Entregar-se em tudo é fundamental. A sensação de estar inteira nas coisas que se compromete a fazer é gratificante e coloca você em contato consigo mesmo.

Outra atitude é tirar o foco da dor. "Quando você olha o lado positivo, as frustrações e imprevistos perdem a importância", diz o psicanalista Dorli Kamkhagi.

Além disso, elas fazem o bem sem olhar a quem. Isso alimenta o autoconhecimento e a descoberta de virtudes em si mesmo. Ao olhar a necessidade do outro com sensibilidade, nossa visão de mundo é ampliada.



quarta-feira, junho 29, 2011

A Lei do Caminhão de Lixo. (Ótima mensagem para sua vida)

Lei do Caminhão de Lixo.

Um dia peguei um taxi para o aeroporto.
Estávamos rodando na faixa certa,quando de repente um carro preto saltou do
estacionamento na nossa frente.
O taxista pisou no freio, deslizou e escapou por um triz do outro carro!

O motorista do outro carro sacudiu a cabeça e começou a gritar para nós nervosamente.
Mas o taxista apenas sorriu e acenou para o cara, fazendo um sinal de positivo.
E ele o fez de maneira bastante amavel e amigavel.

Indignado lhe perguntei:

'Porque você fez isto?
Este cara quase arruína o seu carro e nos manda para o hospital!'

Foi quando o motorista do taxi me ensinou o que eu agora chamo de:

"A Lei do Caminhão de Lixo."

Ele explicou que:
Muitas pessoas são como caminhões de lixo.


Andam por ai carregadas de lixo, cheias de frustrações, cheias de raiva, traumas e de desapontamento.

À medida que suas pilhas de lixo crescem, elas precisam de um lugar para descarregar, e às vezes descarregam sobre a gente.
Não tome isso pessoalmente. Isto não é problema seu!

Apenas sorria, acene, deseje-lhes o bem, e vá em frente.
Não pegue o lixo de tais pessoas e nem o espalhe sobre outras pessoas no trabalho, EM CASA, ou nas ruas.

Fique tranquilo... respire

E DEIXE O LIXEIRO PASSAR.
O princípio disso é que pessoas felizes não deixam os caminhões de lixo estragarem o seu dia.
A vida é muito curta, não leve lixo.

Limpe os sentimentos ruins, aborrecimentos do trabalho, picuinhas pessoais, ódio e frustações.
Ame as pessoas que te tratam bem.
E trate bem as que não o fazem.

"A vida é dez por cento o que você faz dela e noventa porcento a maneira como você a recebe"!

Esteja sempre com DEUS!

por:Terezinha Cuencas


Don't Dream It's Over

Sixpence None The Richer

Composição: Crowded House

Vídeo:


Don't Dream It's Over

There is freedom within, there is freedom without
Try to catch the deluge in a paper cup
There's a battle ahead, many battles are lost
But you'll never see the end of the road
While you're traveling with me


CHORUS:
Hey now, hey now
Don't dream it's over
Hey now, hey now
When the world comes in
They come, they come
To build a wall between us
We know they won't win


Now I'm towing my car, there's a hole in the roof
My possessions are causing me suspicion but there's no proof
In the paper today tales of war and of waste
But you turn right over to the T.V. page


CHORUS:
Hey now, hey now
Don't dream it's over
Hey now, hey now
When the world comes in
They come, they come
To build a wall between us
We know they won't win


Now I'm walking again to the beat of a drum
And I'm counting the steps to the door of your heart
Only shadows ahead barely clearing the roof
Get to know the feeling of liberation and relief


CHORUS:
Hey now, hey now
Don't dream it's over
Hey now, hey now
When the world comes in
They come, they come
To build a wall between us
We know they won't win


CHORUS (2x):
Hey now, hey now
Don't dream it's over
Hey now, hey now
When the world comes in

O Sonho Não Acabou

Há uma liberdade contida, há uma liberdade fora...
Tente pegar o dilúvio com um copo de papel
Lá está uma batalha adiante, muitas batalhas são perdidas
Mas você nunca verá o fim da estrada
Enquanto estiver viajando comigo


REFRÃO:
Se liga, se liga
O sonho não acabou
Se liga, se liga
Quando o mundo interfere
Eles vêm, eles vêm
Construir uma parede entre nós
Nós sabemos que não ganharão


Agora estou rebocando meu carro, há um furo no teto
Minhas posses estão me tornando suspeita mas não há nenhuma prova
No jornal, hoje, conto de guerras e desperdício
Mas você vira a página pra a sessão de TV


REFRÃO:
Se liga, se liga
O sonho não acabou
Se liga, se liga
Quando o mundo interfere
Eles vêm, eles vêm
Construir uma parede entre nós
Nós sabemos que não ganharão


Agora eu estou andando outra vez a toque de tambor
E eu estou contando os passos para a porta do seu coração
Só sombras a minha frente, mal posso ver o telhado
Tendo que aprender o sentimento de libertação e alivio


REFRÃO:
Se liga, se liga
O sonho não acabou
Se liga, se liga
Quando o mundo interfere
Eles vêm, eles vêm
Construir uma parede entre nós
Nós sabemos que não ganharão


REFRÃO (2x):
Se liga, se liga
O sonho não acabou
Se liga, se liga
Quando o mundo interfere

segunda-feira, abril 18, 2011

Só Deus pode, mas você...


Só Deus pode criar
Mas você pode valorizar o que Ele criou
Só Deus pode dar a fé
Mas você pode dar o seu testemunho
Só Deus pode dar o amor
Mas você pode ensinar amar
Só Deus pode dar a alegria
Mas você pode sorrir à todos
Só Deus pode dar a força
Mas você pode apoiar à quem desanimou
Só Deus é a luz
Mas você pode fazê-la brilhar aos olhos dos seus irmãos.
Só Deus é o caminho
Mas você pode indicá-lo aos outros
Só Deus é a vida
Mas você pode restituir aos outros o desejo de viver
Só Deus pode fazer milagres
Mas você pode ser aquele que trouxe os cinco pães e os dois peixes
Só Deus pode fazer o que parece impossível...
Mas você pode fazer o possível
Só Deus se basta à si mesmo, Mas ele preferiu contar com você.
DEUS te abençoe....

domingo, abril 17, 2011

Uma lição sobre nossos condicionamentos - Mudanças

O Elefante e a corda



Eis o procedimento adotado pelos treinadores de circo, para que os elefantes jamais se rebelem – e eu desconfio que isso também se passa com muita gente.


Ainda criança, o bebê-elefante é amarrado, com uma corda muito grossa, a uma estaca firmemente cravada no chão. Ele tenta soltar-se várias vezes, mas não tem forças suficientes para tal.


Depois de um ano, a estaca e a corda ainda são suficientes para manter o pequeno elefante preso; ele continua tentando soltar-se, sem conseguir. A esta altura, o animal passa a entender que a corda sempre será mais forte que ele, e desiste de suas iniciativas.


Quando chega a idade adulta, o elefante ainda se lembra que, por muito tempo, gastou energia à toa, tentando sair do seu cativeiro. A esta altura, o treinador pode amarrá-lo com um pequeno fio, num cabo de vassoura, que ele não tentará mais a liberdade.

Podemos acreditar que tudo que a vida nos oferecerá no futuro é repetir o que fizemos ontem e hoje. Mas, se prestarmos atenção, vamos nos dar conta de que nenhum dia é igual a outro. Cada manhã traz uma benção escondida; uma benção que só serve para esse dia e que não se pode guardar nem desaproveitar.Se não usamos este milagre hoje, ele vai se perder.

Este milagre está nos detalhes do cotidiano; é preciso viver cada minuto porque ali encontramos a saída de nossas confusões, a alegria de nossos bons momentos, a pista correta para a decisão que tomaremos.Nunca podemos deixar que cada dia pareça igual ao anterior porque todos os dias são diferentes, porque estamos em constante processo de mudança. (Paulo Coelho)

A mudança é a lei da vida. E aqueles que apenas olham para o passado ou para o presente irão com certeza perder o futuro.
John Kennedy

quarta-feira, abril 06, 2011

A arrogância da autoridade

Um agente da DEA (Departamento de Estado Americano) parou em um rancho no Texas, e conversou com um velho rancheiro. Ele disse ao pecuarista, "Eu preciso inspecionar seu rancho para ver se há drogas cultivadas ilegalmente."


O fazendeiro disse, "Ok, mas não vá naquela área lá .....", como indicou o local.


O funcionário da DEA explodiu verbalmente dizendo: "Senhor, eu tenho a autoridade do Governo Federal comigo!" Sacou do seu traseiro, e exibiu seu distintivo orgulhosamente para o pecuarista.


"Vê este distintivo? Este emblema significa que eu estou autorizado a ir para onde eu quiser.... Em qualquer lugar! Sem perguntas ou respostas dadas! Eu me fiz claro ...... entendeu? "


O fazendeiro concordou educadamente, pediu desculpas, e voltou-se para as suas tarefas.


Pouco tempo depois, o velho fazendeiro ouviu muitos gritos, olhou para cima e viu o funcionário do DEA correndo para salvar sua vida, sendo perseguido por grandes touros Santa Gertrudis do fazendeiro...




A cada passo o touro ia ganhando terreno sobre o agente, e parecia provável que ele com certeza ficaria ferido antes de chegar à segurança. O oficial foi claramente aterrorizado.


O fazendeiro atirou suas ferramentas e correu para a cerca e gritou no topo de seus pulmões:


"O seu emblema, mostrar a ele seu crachá!"


Joyce


Um vídeo sobre a arrogância de alguns simples mortais.
"O homem é um cadáver adiado" Fernando Pessoa.
Mário Sérgio Cortella - educador, filósofo e palestrante




sábado, abril 02, 2011

Celine Dion - All By Myself (Tradução Pt-Br)



Celine Dion - All By Myself por rvdgu2006


All By Myself (Tradução)
Quando eu era jovem
Eu não precisava de ninguém
E fazia amor apenas por diversão
Estes dias se foram
Vivo solitária
Eu penso em todos os amigos que conheci
Quando disco o telefone
Ninguém está em casa

Totalmente sozinha
Não quero ficar
Totalmente sozinha
Não mais

Difícil ter que admitir
Às vezes me sinto tão insegura
E o amor está tão distante e obscuro
Permanece a cura

Totalmente sozinha
Não quero ficar
Totalmente sozinha
Não mais
Totalmente sozinha
Não quero ficar
Totalmente sozinha
Não mais

Quando eu era jovem
Eu não precisava de ninguém
A fazia amor apenas por alegria
Estes dias se foram

Totalmente sozinha
Não quero ficar
Totalmente sozinha
Não mais
Totalmente sozinha
Não quero viver
Oh
Não quero viver
Totalmente sozinha, sozinha
Não mais
Sozinha
Não mais
Oh
Totalmente sozinha
Não quero viver
Eu nunca, nunca, nunca
Precisei de ninguém


All By Myself

When i was young
I never needed anyone
And makin' love was just for fun
Those days are gone


Livin' alone
I think of all the friends i've known
But when i dial the telephone
Nobody's home

All by myself
Don't wanna be, all by myself anymore
All by myself
Don't wanna live, all by myself anymore

Hard to be sure
Sometimes i feel so insecure
And love so distant and obscure
Remains the cure

domingo, janeiro 23, 2011

"Felicidade é um caminho para evoluir"

A escritora Marleine Cohendiz que é preciso
ser questionador para alcançar oa felicidade
Para fugir das muitas fórmulas que tentam ensinar maneiras de ser feliz, a jornalista e escritora Marleine Cohen escolheu um outro caminho ao escrever sobre o assunto: dar ao leitor a oportunidade de descobrir o que é a felicidade e se questionar sobre o que o faz feliz.

Isso pode ser feito a partir dos muitos conceitos que a humanidade atribuiu ao termo, desde os gregos antigos até os tempos atuais. O cardápio está em seu livro, "A História da Felicidade", onde fez uma relação com os principais períodos históricos e as grandes linhas de pensamento que definiram as concepções de felicidade.

Mas ela adianta: o caminho para conquistar o tão almejado sentimento é fazer um mergulho no eu. "É preciso questionar-se, estar aberto, não pretender que a felicidade seja um fim, mas um caminho para evoluir", destaca. Confira mais detalhes na entrevista abaixo.

O conceito de felicidade mudou ao longo dos séculos?
Sem sombra de dúvida. No livro é possível observar que a história da humanidade é também a história felicidade. São linhas que se cruzam o tempo inteiro. Se houve guerras, descobertas, grandes navegações, se a ciência evoluiu ou estagnou, tudo repercutiu na forma como o ser humano percebia a vida e o sentido dela que, em última instância, é a felicidade.

Como era o conceito para outros povos?
Os gregos antigos achavam que felicidade era por predestinação. Na Idade Média era preciso estar próximo de Deus, de onde veio a religiosidade extremada, as penitências, as peregrinações. Os orientais apostaram no autoconhecimento. Já no século 18, com o homem racional, a felicidade passou a ter relação com qualidade de vida.

E hoje?

É a vez da ciência. Abram alas para os hormônios, para a química do cérebro, para os antidepressivos, os fármacos que fazem com que você tenha um bem-estar que não é natural. Essa é a felicidade que se concebe hoje em dia. É claro que você tem as vertentes: felicidade igual a consumir, a ter um corpo fantástico, a ter amigos, emprego maravilhoso, o que não deixa de ser consumismo. E aquela que, a meu ver é a mais séria, que é a proposta do evolucionismo, que aponta que o ser humano precisa da felicidade para evoluir.

Mas hoje parece que você é obrigado a ser feliz.
E se não é feliz, não consegue ser feliz e é discriminado por não ser feliz. Neste momento está evidenciada esta obrigação de ser feliz, de mostrar a sociedade que você se deu bem. Um exemplo: você está desempregado, indo procurar um emprego, que é o que vai te fazer feliz, mas se mostrar que está infeliz por não ter um emprego, não consegue o que te faria feliz.

Daí a busca por tantas fórmulas em livros de autoajuda.As fórmulas são uma tentativa, o fio da meada, mas o importante é destacar que o percurso é individual. Cada um tem que encontrar o seu caminho.

O que é preciso para encontrar a felicidade?
Se questionar: o que é a felicidade para mim? É qualidade de vida, consumo, estar perto de Deus, praticar o autoconhecimento? Felicidade, na definição que damos hoje, é saciedade nos quesitos ter e ser. Você quer se saciar tendo, então o que deseja consumir? Você quer se saciar sendo, então o que deseja ser?

Como achar a resposta?
Dentro de você. Cada um vai saber o que o faz feliz. O que falta é um olhar para o interior. O livro faz um inventário do que temos à disposição em termos de conceito de felicidade ao longo dos tempos e oferece um prato com todas as opções possíveis e cada um faz o seu combo. A proposta do livro é se questionar. Você escolhe, não é um prato feito.

Sempre foi importante ser feliz?
Sempre. É uma busca do bem-estar para se sentir pleno. Mas apesar da felicidade ser saciedade, o homem, pela própria condição humana, é de natureza insaciável. Então a grande lição que devemos tirar é que não existe felicidade plena, porque a nossa condição vai mudando. Num momento precisamos de algo e no seguinte estamos em busca de novas demandas. Por isso é importante acumular pequenas saciedades e curtir esse momento porque logo virá uma nova demanda provocada pela insatisfação crônica do ser humano.


Mas é preciso estar aberto a se conhecer, propõe jornalista que escreveu sobre o tema




Sem essa compreensão...
A pessoa fica louca por não conseguir contemporizar. Felicidade não é um patamar que se conquista e, a partir daí, se tem uma janela para olhar o mundo e pronto: sou feliz! Felicidade é um processo.

Com momentos de não-felicidade.
Sim. E é preciso aceitar, admitir os momentos de não-felicidade, porque são eles que nos impulsionam a seguir adiante e a buscar novos patamares de felicidade. E eles podem acontecer logo, ou demorar, ou acontecer várias vezes na vida de uma pessoa. É por isso que digo que existe pelo menos uma fórmula de felicidade para cada habitante do planeta.

Mas como lidar com as mui tas ofertas que, supostamente, nos fazem felizes?
Se ceder a pressão pela compra de um carrão, saiba que daqui a pouco o mercado vai te oferecer um produto ainda melhor, ou uma casa, um sorriso perfeito, um corpo maravilhoso... Daí a um ano tudo isso também estará defasado, gerando infelicidade porque ficou para trás. Tem pessoas que vivem correndo atrás da atualidade tecnológica, dos bens de consumo, como se isso fosse torná-las plenas, o que é absolutamente impossível. E são infelizes. É função do capitalismo oferecer alternativas de consumo para todos os bolsos, mas não somos só bolso, somos limite. E o limite está localizado dentro de cada um de nós. É preciso exercitar outros lados do seu ser.

Você encontrou o caminho?
 
Não sou especial. Sigo aos trancos, barrancos e tropeços, como todos. Valorizo o questionamento, o autoconhecimento, a abertura para se descobrir. Somos um poço de mistérios para nós mesmo e o grande barato é se conhecer, o que pode levar a mais felicidade. Na relação consigo mesmo está a relação com o mundo. Gosto do mergulho no eu.

Qual a dica para seus leitores?
Questionar-se, estar aberto, não pretender que a felicidade seja um fim, mas um caminho para evoluir, para se conhecer. A felicidade é uma busca do ser humano, mas a infelicidade é um mal necessário para tornar essa busca mais firme e definitiva. Para ser feliz é preciso assumir que não está bem e que tem que melhorar. Veja o que os nossos ancestrais fizeram, o que a história da humanidade oferece em termos de alternativas de direções a seguir, veja se alguma delas lhe apetece e boa viagem em direção a sua felicidade.

A felicidade e a história

Confira: 

Lançamento. A História da Felicidade - Uma Palavra Singular com Sentido Plural é um lançamento da Editora Saraiva, a R$ 34,90. No livro a autora faz um levantamento sobre todos os conceitos de felicidade ao longo dos séculos, dos gregos antigos aos tempos modernos.

Quem é. Marleine Cohen é jornalista especializada em meio ambiente, passou por algumas das grandes redações de São Paulo, nas quais também escreveu sobre comportamento feminino e direito do consumidor.

Outras publicações. Em 2005, publicou sua primeira biografia, JK, Presidente Bossa-Nova, obra incluída na lista dos dez livros de não ficção mais vendidos da revista Veja. Dois anos depois, lançou outro trabalho biográfico: Sim, sou eu, Alberto, sobre Santos-Dumont

Formação. Fez jornalismo nas Faculdades Objetivo; História, Política e Filosofia na École des Hautes Études en Sciences Sociales, França; e especialização em Sorbonne, Paris.


Vilmara Fernandes  
A Gazeta

quinta-feira, janeiro 20, 2011

Cenas do Filme amor sem fim - Endless Love






Amor Sem Fim
Meu amor,
Existe apenas você em minha vida,
A única coisa que é certa.

Meu primeiro amor,
Você é todo suspiro que dou,
Você é todo passo que dou.

E eu,
EU EU EU EU EU
Eu quero compartilhar
Todo meu amor com você.
Nenhuma outra vai servir.

E seus olhos,
Seus olhos, seus olhos
Eles me dizem o quanto você se importa
Oh, sim, você sempre será
Meu amor sem fim.

Dois corações,
Dois corações que batem como um só
Nossas vidas apenas começaram.

Para sempre,
Ohhhhhh
Eu te segurarei em meus braços.
Não consigo resistir aos seus encantos.

E amor,
Oh, amor
Serei um bobo
por você,
Tenho certeza.
Você sabe que não me importo,
Você sabe que não me importo,

Pois você,
Você significa o mundo para mim.
Oh,
eu sei
Eu sei
que encontrei em você
Meu amor sem fim.

Oooh-woow
Boom, boom
Boom, boom, boom, boom, booom
Boom, boom, boom, boom, boom

E amor,
Oh, amor
Serei um bobo
Por você,
Tenho certeza.
Você sabe que não me importo,
Você sabe que
não me importo,

E, sim
Você será a única,
Pois ninguém pode negar
Este amor que tenho aqui dentro
E vou dá-lo todo para você,
Meu amor.
Meu amor sem fim.
Meu amor sem fim...



Endless Love
My love,
There's only you in my life
The only thing that's right


My first love,
You're every breath that I take
You're every step I make


And I
I-I-I-I-I
I want to share
All my love with you
No one else will do...


And your eyes
Your eyes, your eyes
They tell me how much you care
Ooh yes, you will always be
My endless love


Two hearts,
Two hearts that beat as one
Our lives have just begun


Forever
Ohhhhhh
I'll hold you close in my arms
I can't resist your charms


And love
Oh, love
I'll be a fool
For you,
I´m sure
You know I don't mind
Oh, you know I don't mind


'Cause you,
You mean the world to me
Oh
I know
I know
I've found in you
My endless love


Oooh-woow
Boom, boom
Boom, boom, boom, boom, booom
Boom, boom, boom, boom, boom


Oooh, and love
Oh, love
I'll be that fool
For you,
I'm sure
You know I don't mind
Oh you know
I don't mind


And, YES
You'll be the only one
'Cause NO one can deny
This love I have inside
And I'll give it all to you
My love
My love, my love
My endless love

domingo, janeiro 09, 2011

Como trazer o seu futuro para mais perto de você



Seu futuro e seus objetivos, por vezes, parecem  muito longe.

Para ser capaz de manter a motivação em alto nível o tempo tudo que você precisa é ser capaz de ver cada passo (previsível) no caminho.

Sua motivação está em relação direta ao modo como seus objetivos estão claros e é a sua motivação que vai fazer alcançar positivamente o seu futuro.

Crie seu Plano Diretor
Para ter sucesso você precisa manter sua motivação em alta, você precisa saber para onde você está indo para completar seus objetivos.

Toda vez que você sentir que está perdendo o seu caminho e / ou a sua motivação, basta olhar para o mapa que você fez e ele virá correndo para trás.

Aqui estão os quatro passos para criar o seu plano diretor.:
1. Visualize as suas metas
Comece por "pintar" um retrato de quando tiver concluído seus objetivos. Como você vai agir? O que você vai fazer? O que será diferente?

Faça essa imagem tão clara quanto possível (isto irá ajudar a sua motivação quando as coisas ficam difíceis).

2. O que precisa acontecer para que você complete seus objetivos
uma lista de tudo que precisa acontecer para que você tenha concluído seus objetivos.
O que você precisa ter feito? Quanto dinheiro você precisa ter feito? Quevocê precisa saber? Qualquer coisa que deve ter acontecido para que você completar seus objetivos.

3. Volte 90 dias e fazer a mesma coisa outra vez.
O que deve ter acontecer 90 dias antes de completar seus objetivos?

4. Refazer isso até chegar a presente data.
Agora você vai ter um plano completo, guia, para que você siga. Cada passo que tem que acontecer para que você comece a partir de onde você está hoje a seus objetivos.

Seus planos não são escritas em pedra
Desde que você não pode ser completamente certo da primeira vez que você fizer isso, não tenha medo de refazer seus planos de desenvolver novas realidades.

Use o seu plano para avaliar oportunidades, riscos, ações e tarefas. Se você vê que algo não está ajudando você a ler os seus objetivos, não perca seu tempo.

Fazendo o plano irá permitir a você avaliar o seu progresso

Assim você será capaz de ver até onde você começou, o que precisa ser feito em seguida e se você está à frente ou atrás do cronograma.

Se você não tem um plano nunca vai ter certeza de como você está avaliando.
Permita que seja pró-ativo e faça o melhor das oportunidades

Desde que você saiba exatamente o que precisa ser feito e em que tempo ele tem que ser feito, você será capaz de reagir a cada oportunidade e avaliá-la objetivamente.

Será que vai ajudá-lo a se mover para suas metas? Valerá a pena o tempo? Existe alguma coisa que lhe dará um melhor retorno do tempo investido e esforço?

É a chave de todas as pessoas e empresas bem sucedidas
Todos os negócios bem sucedidos (e pessoas bem-sucedidas) começam com um plano completo de ação.

Eles sabem exatamente onde eles estão indo e o que precisam fazer.

Mesmo que eles acabam fazendo algo completamente diferente, então eles planejaram, o ato de planejar deixá-os agir sobre as oportunidades, reagir a mudanças no mercado e tirar o máximo proveito das suas oportunidades.

Por outro lado, pessoas que não gastam tempo planejando suas metas, as oportunidades são perdidas, werram e acabam correndo em círculos. Quase todas as partidas falham porque eles não têm um plano claro de ação. Não deixe que isto seja você e não deixe que essa seja a sua vida.

Conclusão
Se você passar tempo no planejamento vai economizar muito tempo na execução.

Comece por visualizar o seu objetivo e, em seguida, planeje uma etapa de 90 dias.

Dessa forma, você terá um plano completo para acompanhar. Exatamente o que precisa ser feito semana por semana, para que possa se mover para suas metas.

post por Daniel M. Wood. do blog Lookingtobusiness.com ele escreve sobre Técnica de Vendas, Motivação e Sucesso. (em inglês)

Sujar as mãos pode ser caminho para a felicidade

Se no ano novoo inevitável retorno ao trabalho o deixa com vontade de mudanças, trabalhar com as mãos seria a resposta?

O tempo de reflexão está próximo - um novo ano, um novo você. Mas a estação de trabalho que você encaixados de volta olhando tristemente familiar?

Como milhões de trabalhadores se arrastam de volta para o escritório para contemplar mais 12 meses de labuta, muitos devem estar se perguntando se eles estão no lugar certo.

Escritor e mecânico Mateus Crawford acredita que muitos de nós faria melhor negócio na vida se trocasse um mouse por uma chave de fenda. Seu livro mais recente, O Processo de trabalhar com as mãos, tem sido um enorme sucesso em sua terra natal, Estados Unidos, elogiado pelos críticos e políticos.

Sr. Crawford, que era um executivo de Washington, mas agora conserta motos, diz que não é de admirar que as pessoas são infelizes no trabalho. O trabalhos se tornou tão especializado e os processos orientados que é difícil ver a diferença naquilo que você está fazendo. E naqueles raros casos em que um impacto é evidente, o resultado pode parecer inútil.

Ciúme

"Muitos de nós somos assolados por um sentimento de inutilidade", diz ele. "Eu criei uma marca -?. O que é bom que assim eu convenci as pessoas a comprar algo que não precisa"

Ao executar um "think tank", ele diz que honestamente não podia ver a razão de ser pagos, e perguntou que bens tangíveis ou serviços que ele estava oferecendo a ninguém.


Em seguida, ele abriu uma oficina de moto e ficou surpreso ao descobrir que ele não era apenas mais feliz, mas mais intelectualmente estimulado. A vida de um profissional é uma existência variado, mesclando praticidade com a lógica e a resolução de problemas, diz ele.

"Imagine que você é um eletricista, você está instalando um condutor, e tem que dobrar em torno dos cantos para fazer a linha toda. É o tipo de trabalho que requer improvisação e de adaptação. Ele nunca pode ser reduzida a seguir os procedimentos estabelecidos."

Não só isso, o potencial de ganho de um comerciante é maior do que em muitos trabalhos de escritório. Por exemplo, um mecânico especializado é provável que ganhe mais do que um licenciado em Sociologia trabalhando na publicação, ele argumenta.

Nem tudo sobre o trabalho manual é cor de rosa. Ele adverte que a fabricação de móveis não é um bom passo na carreira - Ikea pode minar-lhe por empregar trabalhadores na China por uma fração do preço. Mas uma série de operações que precisam ser feitas no local não podem ser terceirizados para as economias de baixos salários.

Após a introspecção do ano novo, janeiro e fevereiro são, tradicionalmente, um dos períodos mais movimentados para mover empregos. Sr. Crawford acredita que fazer um comercial pode fazer você mais feliz.

"Paradoxo da classe média '

"Ele oferece pequenos momentos de confirmação, como quando a moto que você está consertando é iniciado e executado. Satisfações pequenas como essa pode ser evasivo em uma grande organização com vastas camadas de gerenciamento, onde os critérios pelos quais você está sendo medido são ambíguos. "

O colunista do Times, Giles Coren recentemente tentou trabalhar com as mãos para o show Dois BBC Giles e Live Sue a boa vida. Apesar de sua schtick na tela de aparecer a odiar tudo o que a dupla é convidada a fazer, ele se apaixonou por aquilo.

"Eu achei que persegue as galinhas e capinar a colocação muito gratificante", diz ele. "A dor ... estava fazendo o show de televisão."

Ele concorda com o Sr. Crawford que a vida moderna tem sido marcada por uma série de processos alienantes, muitas vezes realizados em telefone celular, laptop e e-mail. Desta forma, sua carreira escolhida - o jornalismo - tem sido despojado do seu sentido de aventura e contato com humanos.

"Até 15 anos atrás, quando comecei a trabalhar como repórter, que deixou o cargo para fazer uma história. Você iai investigar, visitava pessoas e utilizava a biblioteca. Agora é só sentar ... e Google. É terrível, eu gostaria de serum bombeiro."

Apesar de seu salário de colunista, ele está com ciúmes daqueles cujo trabalho tem um propósito claro  e mais limpo como o jardineiro.

"O meu jardineiro Brian entra para fazer o jardim cada duas semanas. Ele tira a camisa no verão e fuma um rollie. Posso vê-lo através da janela, mas eu estou sentado dentro de casa, olhando para a tela a pagar por esse cara - é o paradoxo clássico da classe média ".

Rory Sutherland, vice-presidente da empresa de publicidade Ogilvy UK, concorda que o trabalho com as mãos oferece maior satisfação no curto prazo. Mas aos trabalhadores manuais falta algo que muitos de nós anseiam - influência.

Trabalhos como o da publicidade, onde você trabalha com a cabeça "pode parecer fútil, mas as idéias que surgem realmente mudar o mundo, diz ele.

"Cinco anos atrás, alguém trabalhou a idéia que você poderia ter uma tampa de três diferentes tamanhos para os três diferentes tamanhos de xícara de café. Ok, não é enfaticamente a cura do câncer, mas é através de milhões de pequenas idéias como essa que ficamos mais ricos como uma sociedade ".

Percepção de valor

Televisão dramas como Mad Men retratam o cargo pode ser um lugar de tensão tonificante da concorrência, sexual e criatividade. Entretanto o retrato estilizado, o Sr. Sutherland diz que há um zumbido definitivo para trabalhar em torno de pessoas da mesma opinião - que os comerciantes perdem.

"As pessoas gostam de trabalhar, em parte porque é social, mas trabalhar com as mãos pode ser solitário."

E ele acredita que pessoas experientes nos negócios são muitas vezes economicamente desvalorizado devido à forma perversa de que os consumidores atribuem valor. Ele cita o economista comportamental Dan Ariely história é sobre um serralheiro.

Como um jovem aprendiz, o comerciante costumava demorar meia hora para consertar um bloqueio, momento em que ele estaria agradeceu calorosamente e deu uma dica.


Quando ele se tornou mais experiente, o serralheiro poderia corrigir um problema semelhante em um minuto. Ele cobrou a mesma taxa e completou o trabalho muito mais rápido. Mas em vez de estar satisfeito com a velocidade, os clientes reclamaram seus preços e se recusaram a gorjeta.

"É sobre a nossa percepção de valor." E a este respeito que o comerciante qualificados, muitas vezes, luta, diz ele.

No curso de suas pesquisas para o livro Os Prazeres e Dores de Trabalho, Alain de Botton conclui que todos nós queremos fazer a diferença no nosso trabalho, no entanto banal que a mudança pode ser.

"No final do dia de trabalho, queremos sentir que nós deixamos o planeta um pouco mais saudável, mais limpo, mais saudável do que era no início", diz ele. "Eu não estou necessariamente falando de grandes mudanças - a diferença pode envolver simplesmente lixar um corrimão de escada, retirando o rangido de uma porta ou alguém se reunir com suas bagagens perdidas."

E, no entanto, é um erro para romantizar a trabalhar com suas mãos, ele adverte.

"No fundo, o que você está falando é o charme do trabalho artesanal. E é o meu sentido isso pode acontecer em lugares distantes do workshop. Se você está escrevendo código de computador que você está em um sentido exibindo muitas das mesmas habilidades como um artesão, mesmo que o produto acabado não pode ser detido ou tocado. "

Mas após a crise financeira, o Sr. de Botton diz que atitudes de todos os tipos de trabalho pode estar mudando. Ele detecta um movimento longe da idéia de classe média que o trabalho está "no coração da nossa auto-realização", à vista da classe trabalhadora do emprego como um meio de alimentar a si mesmo e sua família.

"Mais e mais se ouve o refrão, 'ele não é perfeito, mas pelo menos é um trabalho ..."


Um conto de encanador


Charlie Mullins, fundador da Pimlico canalizador
Um encanador fazendo bem para si mesmo pode ganhar £ 100,000 por ano. É um trabalho muito na moda agora.

Saí da escola aos 15 e fez um estágio no encanamento. Eu agora ganho R $ 1 milhão por ano.

Quando eu comecei eles nos disseram para ir e voltar pela porta de trás. Agora você é recebido na porta da frente, eles dizem 'obrigado por ter vindo ", dá-nos uma xícara de chá e lhe fazem um sanduíche.

É muito gratificante e você tem que ser bastante forte, para ser capaz de pensar em seus pés, diagnosticar um problema e colocá-lo direito.

Charlie Mullins, fundador da Pimlico canalizador


A visão do analista

Na economia moderna, uma enorme quantidade de postos de trabalho - até 40% no Reino Unido e EUA - são essencialmente sobre a coordenação e intermediação, em vez de fazer as coisas diretamente.


Eles podem parecer mais inútil do que as culturas da colheita, que fixa o encanamento ou fazer uma cirurgia no cérebro. E não há boas evidências de que as habilidades práticas são muitas vezes mais estimulante, e usar mais a inteligência do que o trabalho de escritório.


Na Fundação Young estamos criação de escolas de estúdio usando argumentos semelhantes aos do livro de Crawford. Os trabalhos serão organizados em torno de projectos concretos, misturando ação física e inteligência.


Mas vamos também tentar ensinar aos jovens como trabalhar com os outros - como atuar em uma equipe, como empatia, como se comunicar - competências que são mais vital do que nunca.

Geoff Mulgan, comentarista e diretor executivo do think tank da Fundação Jovem